Quarta-Feira, 03 de Novembro de 2021 às 08:33

Vereadores questionam Prefeitura sobre remoção de árvores da Praça Euphly Jalles

Os vereadores indagaram se a alteração do projeto deveria ser informada às arquitetas que elaboraram o projeto e se foi elaborado um estudo prévio de impacto ambiental da obra de revitalização

thumbnail

Os vereadores Carol Amador (MDB) e Hilton Marques (PT), em Sessão Ordinária (25), apresentaram um requerimento questionando se as árvores da Praça Euphly Jalles foram retiradas em desacordo com o projeto. O projeto arquitetônico de revitalização da praça foi elaborado gratuitamente pelas arquitetas Mary Malagó, Marília Pupim, Fernanda Vialle, Luiza Mariane, Daniela Alvizi Amaral, Fabiana Toyoda Scandelai e Marta Pádua Franco.

Os parlamentares justificaram que em entrevista, o engenheiro agrônomo Tadeu Paulon e o engenheiro Ambiental Matheus Robete, que integram a equipe técnica da obra, afirmaram que a maioria das árvores seria preservada. No último dia 8 foram removidas diversas árvores da praça, principalmente as da lateral da Avenida João Amadeu.

Em nota, o escritório de arquitetura que fez a doação do projeto de revitalização da praça, informou que o projeto não está sendo executado nos termos em que foi proposto, principalmente em relação ao corte de árvores.

Carol Amador falou sobre a propositura: “Se possível, outro fato que estamos cobrando é em relação ao cercado que foi colocado, aquelas placas de metalão, elas estão para fora da guia da sarjeta. Quem está na Rua Treze e precisa pegar a avenida, sentido Santa Casa, você tem que ir até o meio da rua, porque ali está atrapalhando a visão. Queria saber se não tem como retroceder um pouco”.

O vereador Riva Rodrigues (PP) comunicou que a proteção de metal foi readequada: “Na sexta-feira, à tarde, foi feita uma adequação de 45º que melhorou bastante”.

O vereador Ricardo Gouveia (PP) comentou o requerimento: “Eu passei lá ontem e ainda está ruim a visão para avançar para a Rua Treze. Acho que vai ser uma praça para frequentar somente à noite, porque onde vai ficar se não tem sombra? Que fizessem um projeto para manter as árvores e esperar as outras crescerem para fazer a poda”.

Os vereadores indagaram se a alteração do projeto deveria ser informada às arquitetas que elaboraram o projeto e se foi elaborado um estudo prévio de impacto ambiental da obra de revitalização, conforme determina a Lei Orgânica do Município de Jales.

O requerimento foi aprovado por unanimidade e encaminhado à Prefeitura, que tem até 15 dias úteis para encaminhar a resposta. Todos os requerimentos e respostas ficam disponíveis ao público no site da Câmara Municipal (www.jales.sp.leg.br).

Com informações da Assessoria de Imprensa.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Natal, Tempo de Esperança reunirá nos próximos dias eventos esportivos e culturais nos bairros e o Beatles In Concert, no Teatro Municipal

thumbnail

A programação do Natal, Tempo de Esperança de Jales, programada pela Prefeitura e Associação Comercial e Industrial (Acij) está repleta de atrações

Saúde: campanha Fique Sabendo começa no dia 1 de dezembro

thumbnail

A Campanha “Fique Sabendo” tem como objetivo ampliar a testagem para o HIV na população nacional e terá início em Jales a partir da quarta-feira, 1 de dezembro, ofertando testes rápidos também para sífilis.