Quinta-Feira, 10 de Maio de 2018 às 10:36

Urânia - Cadeirante provoca acidente ao dirigir com cabo de vassoura e morre na rodovia Euclides da Cunha

O condutor que morreu no local tratava-se de um deficiente físico, não possuindo a perna esquerda. Para conduzir o veículo que não era adotado ela utilizava um cabo de vassoura.

thumbnail

Um homem morreu na noite desta quarta-feira, 09 de maio, em um acidente na Rodovia Euclides da Cunha (SP-320). A condutora do outro veículo, uma estudante de Santa Fé do Sul permanece internada na Santa Casa de Jales.

Segundo informações obtidas pela reportagem do Jornal do Povo da Rádio Assunção, às 20h30 o condutor de uma Saveiro, com placas de São José do Rio Preto, colidiu frontalmente com Fiat Uno Way, de Cassilândia (MS). O acidente aconteceu próximo a cidade de Urânia, no quilômetro 594, mais 800 metros, sentido á Santa Salete. Identificado como L.A.P.L., 46 anos, aposentado e morador da cidade de Nipoã, perdeu o controle da direção ultrapassando o canteiro central e invadindo a pista contrária.

O condutor L.A.P.L. utilizava de um cabo de vassoura na direção, na condição de deficiente físico, sem a perna esquerda. Com o impacto ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A estudante universitária de 23 anos, identificada M.M.S., foi socorrida por uma unidade do SAMU, sendo encaminhada para atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA-24h). Devido ao quadro clínico foi transferida para a Santa Casa de Jales.  

Segundo informado pela Santa Casa de Jales, a estudante segue internada e por precauções está em observação pelo período de 48 horas. Com o acidente ele obteve um trauma abdominal leve não sendo necessária intervenção cirúrgica.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Jales - Ricardo Junqueira, acusa vereador Tiago Abra de ser contra a contratação de nova empresa para auxiliar a administração

thumbnail

O Auditor fiscal da Prefeitura de Jales que se encontra em período de férias, era também o Controlador Interno das finanças da municipalidade

Ação nas redes sociais alerta sobre as condutas proibidas a agentes públicos no período eleitoral

thumbnail

Posts nos perfis oficiais do MPF vão esclarecer o que pode e o que não pode ser feito por pessoas que trabalham em órgãos públicos