Sexta-Feira, 06 de Setembro de 2019 às 15:34

Palestra sobre variedades de uvas e manejo de cultivo será realizada no Sindicato Rural de Jales

O pesquisador João Dimas Garcia Maia, da Embrapa Uva e Vinho, ministrará a palestra técnica

thumbnail

Para o início das festividades da Feira do Agronegócio, da Uva e do Mel, que acontecerános dias 13 e 14 de setembro, haverá uma palestra técnica sobre o “Manejo das cultivares BRS Vitória, BRS Isis e BRS Núbia em condições de clima tropical úmido”, com o pesquisador João Dimas Garcia Maia, da Embrapa Uva e Vinho. O evento será no dia 06 de setembro (sexta-feira), às 18h30 no Sindicato Rural de Jales, na Avenida João Amadeu, 285 – IV Centenário.

Após os ensinos técnicos haverá a degustação de uvas de mesa e sucos artesanais. A conferência é um marco na semana que antecede a Feira da Uva em Jales.

Para a secretária interina da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Jales, Silvia Andreu Avelhaneda Pigari, “a importância do evento é o princípio das preparações para a feira e uma palestra técnica como essa tem grande valor para nossa região, que é rica na produção de uvas”, além disso, Silvia aproveitou para convidar todos os viticultores de Jales e das cidades vizinhas para apreciarem a instrução dada pelo pesquisador.

A palestra tem como realizadores a Prefeitura Municipal de Jales, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Sindicato Rural de Jales, Embrapa e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Governo Federal.

Mais informações pelo e-mail: uva-e-vinho.eventos@embrapa.br.

Com informações da Secretaria de Comunicação.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Jales - Donizethi da Citrus Jales assume diretoria do Projeto Corpo e Mente em Movimento

thumbnail

A posse da nova diretoria será realizada na noite desta sexta-feira, 21 de fevereiro, na sede do projeto com a presença de integrantes e autoridades.

Promotor questiona Prefeitura de Jales após falta de merenda na ETEC

thumbnail

A Representação no Ministério Público ocorreu após denúncia do vereador, Luiz Henrique Viotto, o Macetão. A Prefeitura terá cinco dias para responder aos questionamentos.