Sábado, 18 de Julho de 2020 às 08:47

Operação "Floresta Mais Seguras" registra posse ilegal de arma e pássaro em cativeiros

Autuação ocorreu em Aparecida d'Oeste nesta sexta-feira (17).

thumbnail

Por volta das 7h10 desta sexta-feira (17), durante Operação “Florestas Mais Seguras”, a Polícia Militar Ambiental realizou averiguação de caça no município de Aparecida d’Oeste - SP, pelo Assentamento “Padre Josimo”, Bairro Pio Nogueira, onde em contato com um morador local, foi indagado sobre possuir arma de fogo e carne de animal silvestre, o homem alegou não ter nenhum dos itens mencionados, e autorizou a entrada dos policiais em sua residência, para que confirmassem sua versão.

Após feita a vistoria no seu freezer não foi localizado nenhuma carne de animal silvestre, porém, em um dos quartos da residência havia, sobre a cama, uma espingarda cartucheira, calibre .32, marca Boito, além de uma pochete contendo espoletas, cartuchos, socador e outros petrechos para carregar cartuchos.

Segundo a PMA o sitiante a princípio negou ser o proprietário da referida arma, e que possivelmente seria de seu filho, o qual minutos depois compareceu no local afirmando ser o dono da espingarda.

Continuada a fiscalização na área externa da residência, foi localizado uma ave da fauna silvestre, da espécie “Pássaro Preto” acondicionado em uma gaiola, e o morador alegou ser o proprietário.

Diante dos fatos, por não possuírem registro da arma de fogo e tampouco autorização para manter a ave em cativeiro, foi dada voz de prisão em flagrante e encaminhado para as providências de polícia judiciária.

Com informações de Informa Mais.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Jales confirma 16 novos casos em 24 horas e mais uma morte por Covid-19

thumbnail

Nas últimas 24 horas, a Vigilância Epidemiológica Municipal registrou nesta quarta-feira, 29 de julho, 47 notificações de casos suspeitos para a Covid-19 (Coronavírus) em Jales.

Jales - Empresa vistoria Viaduto Antonio Amaro para elaborar projeto de recuperação

thumbnail

A empresa tem prazo de 300 dias após a Ordem de Serviço para a execução do projeto.