Quinta-Feira, 26 de Julho de 2018 às 12:16

Meteorologista aponta que este foi o trimestre mais seco da região em 22 anos

Uma grande massa de ar seco está dominando o Estado de São Paulo nos últimos meses e têm impedido a chegada de frentes frias.

thumbnail

Essa massa de ar está mais intensa do que o habitual e por isso a chuva tem sido escassa nas regiões de São José do Rio Preto, Araçatuba, Votuporanga, Fernandópolis e Jales.

A baixa umidade do ar é muito comum nesta época do ano. Ela pode manifestar diversas complicações respiratórias e até mesmo piorar doenças que já existem no organismo. De acordo com a Valeria Cristina Vigar, secretária-geral da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia, devemos ficar em estado de atenção quando a umidade relativa do ar estiver entre 20 e 30%, e em estado de alerta ao cair para 20% a 12%. Abaixo destes níveis é decretado estado de emergência.  "Quanto menor for a umidade do ar, mais cuidados devem ser tomados para evitar complicações alérgicas e respiratórias", alerta.

O que tem mantido esse sistema mais intenso que o normal são os ventos em vários níveis da atmosfera que estão mais intensos e bloqueiam o avanço de frentes frias, explica o meteorologista da “Climatempo”, Bruno Maon. Os dados dessa estação, que faz as medições das chuvas nessas regiões desde 1996, mostram que o trimestre de maio/junho/julho de 2018 é o mais seco desde que se iniciaram os registros. Portanto, há 22 anos.

Além da falta de chuva, as regiões têm sido castigadas pelas temperaturas muito acima do normal para esta época do ano e a umidade relativa do ar muito baixa. Nos últimos dias o índice de umidade tem ficado abaixo dos 30% durante as tardes e a tendência é que essa condição de tempo muito seco permaneça nas próximas semanas.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Ilha Solteira - Carreta com 3 toneladas de MDF tomba em trevo próximo ao Ipê

thumbnail

Uma carreta que carregava mais de três toneladas de MDF, tombou na manhã desta quinta-feira (21), no trevo que fica próximo ao Bairro Ipê, em Ilha Solteira.

Seis anos atrás, a primeira homilia do Papa Francisco na Casa Santa Marta

thumbnail

A celebração da missa na capela da Casa Santa Marta se tornou uma das características mais marcantes do pontificado do Papa Francisco. A um pequeno grupo de fiéis, o Pontífice fala de coração aberto, comentando as leituras do dia.