Terça-Feira, 01 de Setembro de 2020 às 07:45

Mais de 400 cabeças de gado foram localizadas em propriedades administradas por suspeito preso pela Polícia de Jales

A Polícia Civil de Tupã, através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), está trabalhando nesta segunda-feira (31) para identificar as vítimas que tiveram cabeças de gado furtadas nos últimos meses na região.

thumbnail

O trabalho está sendo feito depois que um homem de 43 anos foi preso, suspeito de envolvimento no furto de gado, e a polícia localizou mais de 400 animais em quatro propriedades utilizadas por ele em Quatá.

De acordo com a delegada da DIG de Tupã, Milena Davoli, a operação foi feita em conjunto com a DIG de Jales, que fez um flagrante de furto de gado e encontrou os dados do suspeito dentro de um caminhão que foi interceptado transportando os animais.

Depois disso, foi solicitado o apoio da DIG de Tupã, que mapeou as quatro propriedades e cumpriu mandados de busca e apreensão.

A delegada informou que pelo menos 100 cabeças de gado já foram restituídas aos donos, que são de várias cidades da região. A polícia trabalha para identificar mais vítimas e reconhecer quais dos animais eram furtados e de quais propriedades.

Com informações de G1/Bauru.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Hospital de Amor Jales esclarece meios de doação

thumbnail

O Hospital de Amor Jales tem recebido inúmeras denúncias de que há na cidade um indivíduo recebendo doações em nome da instituição de forma indevida, com pedidos feitos de porta em porta.

Lar dos Velhinhos de Jales inicia o Desafio Solidário

thumbnail

Com o intuito de incentivar a prática esportiva, mesmo durante o período da pandemia, o Lar dos Velhinhos São Vicente de Paulo resolveu realizar o Desafio Solidário.