Terça-Feira, 01 de Setembro de 2020 às 07:45

Mais de 400 cabeças de gado foram localizadas em propriedades administradas por suspeito preso pela Polícia de Jales

A Polícia Civil de Tupã, através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), está trabalhando nesta segunda-feira (31) para identificar as vítimas que tiveram cabeças de gado furtadas nos últimos meses na região.

thumbnail

O trabalho está sendo feito depois que um homem de 43 anos foi preso, suspeito de envolvimento no furto de gado, e a polícia localizou mais de 400 animais em quatro propriedades utilizadas por ele em Quatá.

De acordo com a delegada da DIG de Tupã, Milena Davoli, a operação foi feita em conjunto com a DIG de Jales, que fez um flagrante de furto de gado e encontrou os dados do suspeito dentro de um caminhão que foi interceptado transportando os animais.

Depois disso, foi solicitado o apoio da DIG de Tupã, que mapeou as quatro propriedades e cumpriu mandados de busca e apreensão.

A delegada informou que pelo menos 100 cabeças de gado já foram restituídas aos donos, que são de várias cidades da região. A polícia trabalha para identificar mais vítimas e reconhecer quais dos animais eram furtados e de quais propriedades.

Com informações de G1/Bauru.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Jales contabiliza duas novas mortes por Covid-19 e total sobe para 58

thumbnail

A Vigilância Epidemiológica de Jales registrou em 24 horas novas 33 notificações suspeitas para o novo coronavírus (Covid-19).

ACIJ lança promoção de fim de ano: “Já é natal”

thumbnail

Promoção vai sortear R$ 20 mil em vale-compras e começa a valer no dia 16 de novembro; comerciantes já podem adquirir cupons