Quinta-Feira, 14 de Maio de 2020 às 09:24

Lutador que espancou mulher é preso em Jales

Agressão aconteceu em fevereiro, em Urupês. Homem foi preso após sofrer um acidente de trânsito

thumbnail

Um lutador de artes marciais foi preso nesta terça-feira, 12, em Jales, após se envolver em um acidente de trânsito em frente ao Velório Municipal.

O acusado estava sendo procurado pela Polícia de Rio Preto depois de ter um mandado de prisão expedido pela Polícia Civil de Urupês por agredir a namorada com socos e chutes, em fevereiro deste ano. Na ocasião, o rapaz havia sido preso em flagrante, mas acabou solto na manhã seguinte em audiência de custódia.

De acordo com o delegado Sebastião Biazzi, da Polícia Civil de Jales, o homem, que era considerado foragido da Justiça, foi preso e encaminhado à Cadeia de Santa Fé do Sul, onde permanece à disposição da Justiça.

Relembre o caso

Segundo informações da Polícia Militar, quando chegaram ao local, policiais encontraram a vítima na casa da mãe. Ela tinha vários ferimentos na cabeça e reclamava de dores no pulso. No local, a equipe também encontrou o namorado, que estava exaltado.

A mulher contou que havia sido agredida com chutes e socos pelo namorado. Ela ainda disse aos policiais que o acusado havia quebrado o seu celular. Questionado, o namorado negou as agressões e disse que ela tinha ficado ferida, após ter aberto a porta do carro em movimento e caído.

Diante do caso, o lutador de artes marciais recebeu voz de prisão e foi levado para o Plantão Policial de Novo Horizonte. Os policiais precisaram contar com reforço para mobilizá-lo, pois ele não permitia a aproximação da equipe.

A mulher foi socorrida e levada para um pronto-socorro regional, onde recebeu atendimento médico. Ela também passou por um exame de corpo de delito.

Na audiência de custódia, realizada neste sábado, 22, o acusado foi liberado para responder em liberdade pelos crimes de lesão corporal, ameaça, dano e violência doméstica.

“O autuado deverá permanecer recolhido em sua residência, durante as vinte e quatro horas do dia, nos dias não úteis (feriados e finais de semana); comparecimento bimestral em juízo (comarca em que reside), para informar e justificar suas atividades; proibição de se ausentar da Comarca, por mais de 08 dias, sem autorização judicial”, diz trecho da decisão do alvará de soltura.

A Justiça também havia determinado que ele não tivesse contato com a vítima por qualquer meio e que não se aproximasse da mulher nem dos familiares dela, com limite máximo de 200 metros.

Dias depois, a Polícia Civil de Urupês expediu um mandado de segurança, que foi enviado para o setor responsável em Rio Preto.

Com informações do Diário da Região.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Fernandópolis confirma cinco novos casos de Covid-19

thumbnail

O município possui cinco casos suspeitos que aguardam pelos resultados de exames. Já foram contabilizados 28 pacientes curados.

Morador de Urânia morre em acidente na rodovia Euclides da Cunha

thumbnail

O veículo ficou no sentido oposto da pista após capotar, o corpo da vítima foi arremessado para fora do carro. Júlio Cesar morreu no local do acidente.