Segunda-Feira, 09 de Agosto de 2021 às 17:45

Jales - Professora aposentada é morta a tiros por ex-companheiro que cometeu suicídio após crime

O crime chamou a atenção da cidade e região pelo fato da mulher ter sido baleada e em seguida o homem ter cometido suicídio. A Polícia Civil trabalha para elucidar os detalhes da ocorrência de feminicidio.

thumbnail

A professora aposentada Adriana Mistilides, 56 anos e o oficial de justiça no Mato Grosso do Sul, Alexandre Diamantino, 48 anos, foram encontrados mortos com marcas de tiros na manhã desta segunda-feira, 09 de agosto, em Jales.

O delegado operacional da Polícia Civil de Jales, Sebastião Biazi, que coordenada às investigações detalhou os fatos envolvendo a ocorrência. Inicialmente foram identificadas as duas mortes, sendo que ambos mantiveram um relacionamento amoroso, mas estavam separados por aproximadamente 1 mês.  

Adriana Mistilides Silva, de 56 anos, foi morta a tiros pelo ex-companheiro em Jales — Foto: Arquivo Pessoal

Entre 8h e 9h Alexandre foi recebido na casa pela Adriana, a entrada do mesmo foi permitida. Os disparos ocorreram na sequência, quando já estavam dentro da casa. Adriana Mistilides foi encontrada na porta da casa, com tiros no braço, nas costas e na cabeça, por funcionários de uma empresa de materiais de construção que realizavam uma entrega no local.

Os disparos que atingiram a vítima foi de um revólver calibre 38, apontou Biazi. Após ter atirado por três vezes em Adriana, Alexandre cometeu suicido, ele foi até o um quarto da residência e efetuou um disparo.

Segundo Biazi, chamou atenção o fato da vítima ter instalado câmeras de segurança em sua residência.

A ocorrência foi registrada como feminicídio seguido de suicídio. Testemunhas serão ouvidas pelo delegado responsável. Os laudos periciais e os exames realizados serão importantes para esclarecer em detalhes o crime.

Alexandre Diamantino cometeu suicídio após atirar na ex-companheira em Jales — Foto: Arquivo Pessoal

Foto Capa: A Voz das Cidades.

 Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

PF cumpre mandado de busca e apreensão no combate a fraudes em saques de benefícios do INSS

thumbnail

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta sexta-feira (01) um mandado de busca e apreensão em uma residência na cidade de Jales em decorrência de investigação federal que apura crime de fraude em saques de benefícios do INSS.

Fábio Jr. volta à Jales para jantar show em prol do Hospital de Amor

thumbnail

As mesas já estão à venda na unidade do Hospital de Amor, com valores acessíveis e com a possibilidade de parcelamento em até dez vezes no cartão de crédito.