Segunda-Feira, 18 de Maio de 2020 às 17:03

Jales perde Osvaldo Polizio, aos 104 anos

Oswaldo foi um topógrafo competente, mas ficou conhecido e respeitado como um exemplo de amor e dedicação às crianças, sem se descuidar de fazer o bem a todos, procurando ajudar principalmente os mais necessitados.

thumbnail

A morte de Oswaldo Polizio, aos 104 anos, hoje, dia 16 de maio, repercutiu na cidade onde sua trajetória profissional e social sempre se destacou e agora passa a ser uma referência para as novas gerações. Devido às restrições impostas pelas regras de recolhimento em função da Covid19, seu sepultamento aconteceu às 16h30, depois de ser velado no Lar Transitório São Francisco de Assis.

Oswaldo, com sua saudosa esposa Jandyra Graziano Polizio (Dona Janda), teve uma vida preocupada em contribuir para com a melhoria das condições das pessoas, principalmente das crianças, a ponto de fundar, há 55 anos, o Lar Transitório São Francisco de Assis, onde atuou enquanto teve forças para se dedicar ao trabalho voltado para os assistidos e seus familiares.

O Lar, onde foram construídas 22 casas, chegou a atender 200 crianças. As atividades da instituição continuam até hoje, contando sempre com o apoio da comunidade para sua manutenção.

Ele chegou a Jales em 1965, vindo de Mirassol para planejar um loteamento em terras de Frederico Graziani, irmão da saudosa Dona Janda, com quem havia se casado em 1949. Osvaldo deixa os filhos Osvaldo Polizio Júnior e Cleusa, os netos Daniela, Neto e Heitor e o bisneto Antônio.

Com informações do Jornal de Jales.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Paciente que realiza tratamento pós-covid-19 recebe celebração surpresa no dia de seu aniversário

thumbnail

A paciente foi curada da Covid-19 e se recupera na unidade de terapia intensiva (UTI) geral da instituição.

Prefeitura realiza o plantio de ipês brancos em homenagem às vítimas da Covid-19

thumbnail

Na semana em que Jales registra 172 vidas interrompidas em função da Covid-19, a Prefeitura Municipal homenageou todas as vítimas da doença com o plantio de árvores e benfeitorias nos dois cemitérios da cidade.