Quinta-Feira, 29 de Novembro de 2018 às 09:43

Jales - Começou o julgamento dos suspeitos de desvirem mais de R$ 10 milhões da Prefeitura

Será realizada hoje a audiência de instrução e julgamento dos suspeitos de organização em um esquema fraudulento que desviou recursos da Prefeitura de Jales por aproximadamente dez anos.

thumbnail

Serão ouvidos nesta quinta-feira, 29 de novembro, no Fórum de Jales, a ex-tesoureira Érica Cristina Carpi, apontada como uma das responsáveis pelo esquema, principalmente por ter acesso a todos os dados e por meio disto comandado as ações dentro da própria Prefeitura e a irmã dela, Simone Paula Carpi Brandt, que chegaram a ser presas e conquistaram o direito de cumprirem prisão domiciliar.

O empresário Roberto Santos Oliveira, conhecido como Beto, ex-marido de Érica, assim como Marlon Brandt, também foram presos, mas conseguiram habeas corpus e serão ouvidos.

A audiência ouvirá também a ex-secretária de saúde de Jales, Patrícia Albarello, que ocupava nesta gestão a função de chefe de gabinete da mesma secretaria e era responsável pela conta do Fundo Municipal de Saúde, um dos principais alvos de desvios do esquema. 

Para a audiência a Justiça deverá ouvir ao todo oito testemunhas que foram escaldas para a acusação, incluindo o delegado da Polícia Federal, Cristiano Pádua da Silva, um dos principais responsáveis pelo andamento das investigações até a realização da operação.

A audiência promete ser longa tendo em vista que foram arroladas 24 testemunhas de defesa pelos acusados. Destes, duas pessoas foram chamadas pela defesa de Érica Cristina Carpi, sendo o maior número em prol ao Beto, que contará com oito testemunhas de defesa.  


Foto: Rafael Honorato 

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Papa Francisco aos agentes de saúde: a humanidade de Cristo é a maior escola

thumbnail

“A cura não passa apenas pelo corpo, mas também pelo espírito, pela capacidade de reencontrar confiança e de reagir”, recorda o Papa Francisco ao receber a Associação Católica de Agentes de Saúde

Suspeitos de matar idosa a tiros dentro da casa dela são presos em Santa Albertina

thumbnail

Crime aconteceu em abril e idosa foi baleada no corredor da casa. Segundo a polícia, eles tentaram roubar as joias da mulher.