Terça-Feira, 12 de Março de 2019 às 16:07

Jales acompanha varejo paulista encerra 2018 com alta de 5,3%

Segundo a Fecomercio, o último mês do ano a alta foi de 4%, no melhor resultado da série histórica, iniciada em 2008

thumbnail

As vendas no comércio varejista de Jales acompanhou o índice estadual e atingiu alta de 5,3% em todo o ano de 2018, em comparação a 2017, segundo pesquisa feita pela Fecomercio. Trata-se do melhor resultado da série histórica, iniciada em 2008. O melhor mês do comércio foi dezembro, correspondendo com mais de 90% do montante de vendas para o ano.

Os dados são da pesquisa Conjuntural do Comércio em todo o Estado, realizada mensalmente pela Fecomercio com base nos segmentos de Bens, Serviços, Alimentação e Turismo do Estado de São Paulo. Em dados individuais compreendendo nove atividades básicas de consumo, oito registraram expansão em seu faturamento real no comparativo anual, com destaque para os setores de eletrodomésticos, eletrônicos (celulares), lojas de departamento que chegaram a atingir 7,8% das vendas, seguida pela de supermercados, com 5,3%. Juntos, contribuíram para o resultado geral do ano, com 2,4 pontos porcentuais. O setor da construção civil, no entanto foi o ponto negativo do ano, com resultado de -0,3%, o que não exerceu impacto significativo na total de vendas para ano.

O varejo paulista foi destaque positivo nas 16 regiões administrativas, sendo que o noroeste do estado contribuição para prestação de serviços com a chamada mão de obra qualificada, seguida pelo setor de alimentação que juntos tiveram um saldo de 7% dos gastos do consumidor.

Para a entidade paulista, o ambiente está positivo, após definições de governos e tende a aumentar em suas projeções, podendo chegar já no terceiro trimestre com alta de 6,5% e tendência de até 8% para o ano todo. O aumento do consumo tem a ver com a leve melhoria na renda familiar, que pode chegar ao patamar de 2,7% no ano.

Contudo, a Fecomércio-SP orienta o empresário a ter cautela com relação aos planos políticos, principalmente em investimentos futuros, pois pode influenciar no câmbio, trazendo alta nos preços e gerando especulações inflacionários que pode elevar também as chamadas moedas de troca.

As boas projeções do comércio varejista também foi reafirmada pelo presidente do Sincomercio de Jales, Alexandre Alves Rensi, que segundo diz Jales ainda é um polo de prestação de serviços por ser centro de região. 

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Jales - AGRITEC 2019 será realizado em abril reunindo empresas, produtores e alunos

thumbnail

Os envolvidos poderão participar de exposições de tecnologias e demonstrações de equipamentos por parte das empresas parceiras.

Eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições devem comparecer ao Cartório Eleitoral

thumbnail

Relação com nomes de eleitores que podem ter títulos cancelados está disponível na sede do Cartório Eleitoral para conhecimento dos interessados