Quarta-Feira, 07 de Agosto de 2019 às 16:34

IV Seminário de Agroecologia e Agricultura Orgânica começa em Jales com grande público

Na programação ainda estão diversas atividades que se estendem ao longo desta quinta-feira e sexta-feira.

thumbnail

Uma parceria com dezoito organizadores possibilitou a realização do IV Seminário de Agroecologia e Agricultura Orgânica. O evento está sendo promovido na estrutura da Escola Vocacional em Jales.

Palestras, oficinas e mesas-redondas mostram aos participantes o potencial da região noroeste paulista na produção e comercialização dos orgânicos, cujo mercado cresce cada vez mais.

Paralelo ao Seminário ocorre Feira de Produtos Orgânicos e a Feira de Saberes, Sabores e Sementes onde serão apresentados diversos orgânicos, comercializados pelos patrocinadores.

O Seminário de Agroecologia e Agricultura Orgânica é uma realização do Codeter, organizado por diversas instituições: Fatec Jales “Prof. José Camargo”; Escola Técnica de Jales-Etec; Centro Paula Souza; Governo do Estado de São Paulo; Ecofam; Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM); SEBRAE-SP (Votuporanga); Instituto BioSistêmico (IBS), Universidade Estadual Paulista (Unesp); Aproanp; Universidade Aberta do Brasil (Polo Jales); Associação biodinâmica; Diocese de Jales; Embrapa, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Governo Federal. O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (CREA-SP), Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA), Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do CREA e Associação dos Engenheiros da Região de Jales patrocinam o evento.

Confira a programação:





Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Jales registra 41 novos casos de coronavírus e atinge 3.362

thumbnail

Jales contabiliza 3.362 casos positivos, com 3.129 pacientes recuperados e 688 suspeitos. Foram 91 mortes por complicações da doença.

Jales adia a volta às aulas respeitando decisão do Comitê de Enfrentamento à Covid-19

thumbnail

A rede pública estadual e estabelecimentos de ensino superior, deverão seguir o disposto nas diretrizes do Plano São Paulo