Sábado, 16 de Março de 2024 às 08:31

HCM de Rio Preto realiza cirurgia inédita em bebê ainda no útero da mãe

O Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de Rio Preto foi o primeiro hospital do Noroeste Paulista a realizar cirurgia para correção da malformação mielomeningocele em bebê ainda no útero da mãe

thumbnail


O Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de Rio Preto foi o primeiro hospital do Noroeste Paulista a realizar cirurgia para correção da malformação mielomeningocele em bebê ainda no útero da mãe. A mielomeningocele consiste em um defeito na coluna vertebral e/ou da medula espinhal durante a gestação.

 

Para o cirurgião fetal do HCM Dr. Gustavo Henrique de Oliveira a realização do procedimento, além de um marco na instituição, é um importante avanço no conhecimento para a equipe médica. “Hoje em dia somente dois centros no país fazem essa técnica de correção minimamente invasiva devido à alta complexidade e necessidade de treinamento intenso e multidisciplinar. Somos os primeiros no noroeste paulista a fazer essa cirurgia. Esse marco histórico mostra que nossa equipe de profissionais está bem capacitada e apta para fazer em ocasiões futuras”, ressaltou.

 

Dr. Gustavo disse ainda sobre a importância e necessidade desse tipo de cirurgia. “Essa técnica é muito benéfica para as pacientes, pois com essa correção, os bebês têm mais chances de um melhor desenvolvimento neurológico, como também de deambulação, proporcionando uma vida mais adequada ao bebê”, afirmou.

 

A paciente V.C.C.F. descobriu a malformação ao fazer um ultrassom com 20 semanas de gestação. “Para mim foi um susto. Fiquei com medo e imaginei que pudesse ser bem grave, porque tive outras quatro gestações e nunca tinha passado por isso. Mas agora estou aliviada e esse susto passou. Sou muito grata ao HCM, a todos os profissionais desse hospital, gostei muito de todo o atendimento que recebi”, disse a mãe.

 

O vice-diretor executivo da Funfarme Dr. Wagner Vicensoto falou da relevância do HCM como centro médico de alta complexidade. “O HCM já é referência em gestação e partos de alta complexidade. Atualmente temos poucos centros de referência no Brasil em cirurgia fetal e estamos empenhados em sermos um, por meio da formação da equipe multisiciplinar, seguindo protocolos rígidos, em um centro especializado como o nosso. Isso garante o assertivo tratamento de patologias fetais para impedir a progressão da doença no bebê, melhoria nas chances de sobrevida da paciente, além de diminuir sequelas para o feto garantindo uma qualidade de vida pós fetal”, disse.

 

O procedimento durou cerca de três horas e contou com uma equipe multidisciplinar com nove profissionais.

imagem

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025

thumbnail

Reajuste segue previsão de 3,25% do INPC mais alta de 2,9% do PIB

Iniciada reforma e adequação do Centro Municipal de Reabilitação de Jales

thumbnail

A obra receberá investimentos no valor de R$ 396.197,70.