Quarta-Feira, 27 de Novembro de 2019 às 16:36

Delegação jalesense vai disputar em sete modalidades nos Jogos Abertos do Idoso de 2019

Será realizada na cidade de Jundiaí durante os dias 7 a 12 de dezembro, a 23ª edição dos Jogos Abertos do Idoso que vai reunir vários municípios do estado de São Paulo classificados durante os Jogos Regionais do Idoso (JORI) de 2019.

thumbnail

A delegação jalesense, que conta com o apoio da Prefeitura de Jales por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Cultura e Turismo (SMECT), já está preparando as malas para participar mais uma vez dos Jogos Abertos. A saída oficial será durante a manhã do dia 7 de dezembro.

Serão disputadas nos Jogos Abertos do Idoso as modalidades de atletismo, bocha, buraco, coreografia, dança de salão, damas, dominó, malha, natação, tênis, tênis de mesa, truco, voleibol adaptado e xadrez.

Dentre as 14 modalidades propostas, os atletas jalesenses vão competir em sete delas,  as quais conquistaram classificação no JORI: dança de salão, damas masculino, natação masculina e feminina, tênis masculino e feminino, tênis de mesa masculino, voleibol adaptado e xadrez feminino.

“Vale ressaltar que no JORI deste ano, Jales voltou pra casa com um saldo de 20 medalhas e conquistou o terceiro lugar na classificação geral. É com esta motivação que vamos enfrentar os Jogos Abertos. Não será fácil, pois reúne equipes de alto nível, mas estamos confiantes que vamos obter bons resultados”, ressaltou a supervisora da delegação jalesense, Maria Odete Custódio.

Com informações da Secretaria de Comunicação.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Campanha Jales Sem Fome vai arrecadar cestas para famílias carentes

thumbnail

A ação visa contribuir para combater as dificuldades das famílias carentes em Jales. Parceiros estão arrecadando cestas que serão direcionadas de acordo com as necessidades.

Papa Francisco: Abraçar o Senhor para abraçar a esperança

thumbnail

Com o cenário inédito da Praça São Pedro vazia com o Papa Francisco diante da Basílica Vaticana, o Pontífice afirmou que é "diante do sofrimento que se mede o verdadeiro desenvolvimento dos povos”.