Quinta-Feira, 01 de Março de 2018 às 11:46

Defesa Civil começa emitir alertas de riscos de desastres via SMS para região de Jales

A vantagem do sistema SMS é que ele é acessível nos celulares mais simples, sem necessidade de smartphones ou pacote de dados. Por isso, seu alcance é potencialmente maior.

thumbnail

A Defesa Civil do Estado de São Paulo (CEDEC/SP) iniciou, em 1º de dezembro de 2017, em todo o Estado, a “Operação Chuvas de Verão”, que se estende até 31 de março deste ano, com o propósito de preservação de vidas e redução de danos humanos, materiais e ambientais, principalmente no período de chuvas que se aproxima.

Durante a “Operação Chuvas de Verão” são operacionalizados os Planos Preventivos de Defesa Civil (PPDCs), específicos para escorregamentos e inundações, com o objetivo de prevenir e mitigar os impactos associados aos eventos típicos do período chuvoso. Ao todo, são oito planos preventivos, que abrangem os 175 municípios mais vulneráveis do Estado, sendo um específico para inundações (Vale do Ribeira) e sete para escorregamentos (Região Metropolitana de São Paulo, Vale do Ribeira, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Serra da Mantiqueira, Região de Campinas, Região de Sorocaba e Região de Itapeva). Além destes municípios todos os demais são diariamente monitorados e assistidos pela Defesa Civil Estadual.

 Para preparar os agentes municipais que operam os Planos Preventivos de Defesa Civil (PPDCs), são realizadas nos meses que antecedem a temporada de chuvas (outubro e novembro), as Oficinas Preparatórias para a Operação Chuvas de Verão, que funcionam como treinamento das práticas preventivas e operacionais para minimizar os efeitos de eventos como deslizamento de terra e inundações.

Ainda no contexto da Operação Chuvas de Verão, outra ação desencadeada pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, com o objetivo de mudança cultural individual para preservar vidas e também reduzir danos materiais, são campanhas de prevenção a vítimas de raios e enxurradas, divulgando por meio das mídias sociais e veículos de comunicação orientações de como agir durante tempestades.

Para este verão contamos ainda com a nova ferramenta disponível em todo o Estado para auxiliar a Defesa Civil a emitir alertas de riscos de desastres via SMS diretamente à população. O serviço foi desenvolvido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil e está sendo implementado em São Paulo pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC/SP).

Desde o dia 16/11/17, todos os usuários de celular do Estado de São Paulo estão recebendo gradativamente uma mensagem SMS informando sobre a ativação do sistema. Para se cadastrar, a pessoa só precisa responder essa mensagem com o número do CEP de interesse. Com isso, o cidadão passa a receber alertas sempre que a Defesa Civil identificar uma probabilidade de risco mais severa na área que abrange o CEP indicado.

O cadastramento poderá ser feito a qualquer tempo, mesmo que a pessoa não receba a mensagem inicial. Basta enviar um SMS para o número 40199, escrevendo o CEP de interesse. Para cadastrar mais de um CEP, é necessário enviar uma mensagem por vez. Não há limite para a quantidade de CEPs que podem ser cadastrados.

Os alertas são curtos, com até 160 caracteres, e visam apenas informar sobre um possível risco. A qualquer momento, a população pode buscar informações detalhadas no site da Defesa Civil Estadual (*www.defesacivil.sp.gov.br <http://www.defesacivil.sp.gov.br/>**)*, incluindo orientações sobre o que fazer em cada situação.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Papa Francisco aos agentes de saúde: a humanidade de Cristo é a maior escola

thumbnail

“A cura não passa apenas pelo corpo, mas também pelo espírito, pela capacidade de reencontrar confiança e de reagir”, recorda o Papa Francisco ao receber a Associação Católica de Agentes de Saúde

Suspeitos de matar idosa a tiros dentro da casa dela são presos em Santa Albertina

thumbnail

Crime aconteceu em abril e idosa foi baleada no corredor da casa. Segundo a polícia, eles tentaram roubar as joias da mulher.