Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019 às 09:16

Corpo do jornalista Ricardo Boechat é velado no Museu da Imagem e do Som em SP

Velório deve durar até as 14h de terça (12) e depois, às 16h, corpo será cremado em cerimônia privada para familiares.

thumbnail

O corpo do jornalista Ricardo Boechat é velado na manhã desta terça-feira (12), no Museu da Imagem e do Som (MIS), nos Jardins, em São Paulo. Boechat, de 66 anos, morreu no início da tarde desta segunda (11) após o helicóptero em que estava cair na Rodovia Anhanguera.

O velório começou no fim da noite de segunda com uma cerimônia com familiares. Depois, no início da madrugada, foi aberto ao público e vai até as 14h desta terça. Foram ao MIS, entre outros, o governador de São Paulo, João Doria, e o presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação, João Carlos Saad.

O corpo do jornalista será cremado nesta terça em uma cerimônia privada restrita à família, às 16h, no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.

Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e colunista da revista "IstoÉ". Ele trabalhou nos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S.Paulo” e “Jornal do Brasil”.

A morte do jornalista causou comoção entre políticos, personalidades e jornalistas.

Acidente

O helicóptero em que estava o jornalista caiu na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, no início da tarde desta segunda-feira (11) e bateu na parte dianteira de um caminhão.

 Além de Boechat, estava o piloto Ronaldo Quattrucci, que também morreu no local do acidente.

imagem

Vaticano quer abolir o plástico. O incentivo vem da Encíclica ‘Laudato si’

thumbnail

O Estado da Cidade do Vaticano avança no caminho da redução do consumo de plástico e se prepara, até o final do ano, para abolir completamente o uso de plástico. Já proibiu a venda de plástico descartável.

Polícia prende grupo responsável por furto de trator em nossa região

thumbnail

Três homens foram surpreendidos quando tentavam levar trator de propriedade perto de Nhandeara