Quinta-Feira, 14 de Março de 2019 às 16:57

CEI ouve duas testemunhas sobre Farra no Tesouro

A Comissão iniciou seus trabalhos no dia 23 de agosto e já ouviu 24 testemunhas.

thumbnail

Na manhã de ontem (12), a Comissão Especial de Inquérito (CEI) ouviu o auditor fiscal tributário municipal e ex-controlador interno da Prefeitura, Ricardo A. Cunha Junqueira e o sócio proprietário da empresa Meta Pública Consultoria e Assessoria em Gestão Pública, Adilson Maia, sobre os desvios de verbas públicas da Prefeitura de Jales.

A CEI foi criada para apurar suspeitas de desvios de mais de R$ 5 milhões em recursos públicos da Prefeitura Municipal, descobertas após a deflagração da Operação Farra no Tesouro da Polícia Federal. A Comissão tem como membros o vereador Fábio Kazuto (PSB), presidente, Vanderley Vieira (PPS), vice-presidente, e Bismark Kuwakino (PSDB), relator.

A CEI tem duração de 90 dias e foi prorrogada por igual período no dia 21 de novembro do ano passado. A data limite para encerramento da Comissão de Inquérito é dia 6 de abril.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Jales - AGRITEC 2019 será realizado em abril reunindo empresas, produtores e alunos

thumbnail

Os envolvidos poderão participar de exposições de tecnologias e demonstrações de equipamentos por parte das empresas parceiras.

Eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições devem comparecer ao Cartório Eleitoral

thumbnail

Relação com nomes de eleitores que podem ter títulos cancelados está disponível na sede do Cartório Eleitoral para conhecimento dos interessados