Sábado, 16 de Março de 2024 às 07:39

Cardeal Scherer em Roma: não basta a gente ter fé é preciso praticá-la publicamente

Presente nestes dias em Roma o arcebispo de São Paulo, cardeal Odilo Pedro Scherer para a reunião plenária do Dicastério para a Evangelização para as questões Gerais que seria o anterior Pontifício Conselho para Nova evangelização

thumbnail

Presente nestes dias em Roma o arcebispo de São Paulo, cardeal Odilo Pedro Scherer para a reunião plenária do Dicastério para a Evangelização para as questões Gerais, que seria o anterior Pontifício Conselho para Nova evangelização, hoje Integrado no único Dicastério para a Evangelização. A plenária reúne os membros do Dicastério e, portanto, cardeais, bispos, sacerdotes, religiosos e leigos. Dom Odilo recorda que além dele estão presentes outros dois três brasileiros; o Moisés Azevedo, fundador da Comunidade Católica Shalom e uma religiosa, que é superiora geral de uma congregação feminina que tem boa presença também no Brasil.

Dom Odilo, conversando com o Vatican News destaca que o foco da plenária é a avaliação e a percepção de como algumas iniciativas do Dicastério estão sendo acolhidas na Igreja e qual a repercussão. Portanto, está sendo feita uma avaliação geral. Por exemplo sobre o Diretório da catequese. Como o Diretório da catequese foi acolhido; quais as situações, os problemas, as lacunas, os desafios.

Outra questão, recorda o cardeal, é como, por exemplo, o Dia Mundial dos Pobres foi acolhido, como está incidindo, ou então as 24 horas para o Senhor, uma iniciativa que se faz durante o tempo da Quaresma, é assim por diante.

Dom Odilo sublinha ainda a iniciativa do Domingo da Palavra de Deus, iniciativa levada avante pelo Dicastério para a Evangelização.

“Devo dizer que as palestras estão sendo muito interessantes”, acrescenta. “Temos membros de várias partes do mundo, só para citar alguns: temos alguém da Argentina, temos do México, temos do Brasil, temos da Escócia, temos vários da Itália, cardeal Zupi que também é presidente da Conferência Episcopal italiana está aqui. Tem também alguém da África, da Ásia, da Índia e isso está dando uma percepção de como no mundo todas essas iniciativas promovidas a partir, digamos, da palavra do Papa, do desejo do Papa estão incidindo na evangelização”.

A primeira sessão desse Dicastério – sublinha dom Odilo - se ocupa, “eu diria, da evangelização dos que já estão evangelizados, ou seja, do cultivo da fé, da nova evangelização para conversão missionária, enfim, dos apelos que para dentro da Igreja estão ajudando a despertar novamente, ou rever a posição de quem perdeu a fé ou esfriou na fé”.

Existe outro lado do Dicastério para evangelização que está mais votado para áreas missionárias, propriamente ditas, das igrejas jovens ou das áreas ainda por evangelizar que não é exatamente a área desse nosso Dicastério. “Mas esse trabalho está mostrando como as iniciativas do Papa - porque são iniciativas queridas pelo Papa – e levadas avante pelo Dicastério, estão incidindo e pouco a pouco estão sendo acolhidas e assimiladas”. E a questão é esta, uma tomada de consciência de fato do que precisa ser feito na Igreja neste período de sérias dificuldades, de perseverança na fé. “De fato, afirma o cardeal, fazer a evangelização dos batizados, e por outro lado, dar testemunho público da fé. Não basta a gente ter fé e praticar a fé interiormente, mas é preciso praticá-la publicamente também através da esperança e da caridade, dos sinais da fé da celebração da fé. Tudo isso está sendo objeto de reflexão aqui nesta plenária”.

Ouça a entrevista

imagem

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025

thumbnail

Reajuste segue previsão de 3,25% do INPC mais alta de 2,9% do PIB

Iniciada reforma e adequação do Centro Municipal de Reabilitação de Jales

thumbnail

A obra receberá investimentos no valor de R$ 396.197,70.