Quinta-Feira, 07 de Março de 2019 às 16:48

A prevenção do câncer no Dia Internacional da Mulher

Cuidar da sua saúde é um ato de amor. No “Dia Internacional da Mulher”, celebrado em 8 de março, é fundamental reforçar que estar em dia com a saúde é essencial para uma vida longa e saudável.

thumbnail

Existem dois exames que são de extrema importância para algumas mulheres, em faixas etárias específicas: a mamografia e o Papanicolaou. Ambos, são capazes de detectar alterações em fases iniciais ou o próprio câncer de mama e de colo do útero.

MAMOGRAFIA

A mamografia é, ainda, o método mais eficaz de diagnóstico para a detecção de câncer de mama. Quanto mais precoce a remoção do tumor, maior será a chance de cura, podendo ultrapassar os 95%, além de se obter uma importante melhora na sobrevida da paciente.

O exame de rotina, ou seja, o rastreamento mamográfico é a melhor oportunidade para detectar precocemente qualquer lesão mamária, antes mesmo que a paciente ou o médico possam notá-las ou palpá-las (cerca de dois anos antes de a lesão ser palpável).

Atualmente, o câncer de mama é o primeiro que atinge mulheres no Brasil, e possui a maior causa de morte. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), em 2018 foram descobertos 59.700 novos casos e 15.403 mortes por causa da doença.

De acordo com a enfermeira responsável pelo Instituto de Prevenção de Fernandópolis, Tânia Lourenço, mulheres com idade entre 40 e 49 anos devem fazer o exame de mamografia anualmente, podendo ser agendado nas unidades básicas de saúde.

Para as pacientes de 50 a 69 anos, o rastreamento é realizado nas carretas, que percorre os municípios de dois em dois anos (período indicado para realizar o exame nessa faixa etária). “A carreta não ficará em Fernandópolis, pois já temos uma unidade fixa de prevenção. Sendo assim, com exceção das mulheres daqui, que devem procurar o postinho de saúde para agendar o exame, as mulheres da nossa região podem aguardar a carreta para realizar o exame.”, afirmou Tânia.

PAPANICOLAOU

O Papanicolaou também está disponível na rede pública de saúde e é um exame muito importante, pois identifica o câncer de colo do útero ou outras lesões mais leves (chamadas de lesões precursoras), que podem se transformar na doença.

Hoje, o câncer de colo de útero é o terceiro tipo mais incidente e a terceira causa de mortes por câncer em mulheres no Brasil, com exceção do câncer de pele não melanoma.

Dados do INCA revelam que o Papiloma Vírus Humano (HPV) está diretamente relacionado à doença. Existem mais de 150 tipos de HPV, dentre eles, 40 podem causar infecções e, pelo menos 13, podem provocar o câncer de colo do útero. A infecção pelo HPV é muito comum e até 80% das mulheres sexualmente ativas poderão adquiri-la ao longo de suas vidas.

Os sinais de infecção pelo HPV

A transmissão do HPV ocorre principalmente por via sexual, mas pode acontecer também por qualquer contato direto com a pele ou mucosa infectada. Na maioria das vezes, a infecção não apresenta sintomas, mas no estágio avançado poderá ocorrer sangramento vaginal (espontâneo, após a relação sexual ou esforço) e dor pélvica.

Como se prevenir?

• Utilizar o preservativo em todas as relações sexuais;

• Cuidar da sua higiene íntima;

• Realizar o Papanicolaou para detecção de lesões ainda em fase inicial. O exame é oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) nas unidades básicas de saúde.

• Vacinar-se. A vacina oferecida pelo SUS confere proteção para quatro tipos do HPV. Está disponível para meninas na faixa etária de 9 a 14 anos, meninos de 11 a 14 anos e para homens e mulheres de 9 a 26 anos, vivendo com HIV.

A realização periódica do exame preventivo do câncer de colo do útero é a estratégia mais eficaz para detecção da doença em mulheres de 25 a 64 anos, que já tiveram algum tipo de atividade sexual. Os dois primeiros exames devem ser feitos com intervalo de um ano e, se os resultados forem normais, o exame passará a ser realizado a cada três anos.

Mais informações sobre como agendar os exames, procure a unidade básica de saúde do seu bairro e se informe.

Fonte: Dados INCA. Assessoria do Hospital de Amor Jales.

Mais informações de Jales e Região você confere em www.radioassuncao.com.br

imagem

Jales - AGRITEC 2019 será realizado em abril reunindo empresas, produtores e alunos

thumbnail

Os envolvidos poderão participar de exposições de tecnologias e demonstrações de equipamentos por parte das empresas parceiras.

Eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições devem comparecer ao Cartório Eleitoral

thumbnail

Relação com nomes de eleitores que podem ter títulos cancelados está disponível na sede do Cartório Eleitoral para conhecimento dos interessados