columnist

Editorial da Semana

Editorial da Semana - Diocese de Jales

Sexta-Feira, 29 de Outubro de 2021 às 07:33

VALORIZEMOS O PROFESSOR!

Adriano Marques Fernandes, Professor de História, Filosofia e Sociologia. Supervisor do Polo Claretiano de Jales.

thumbnail

Neste mês de outubro comemoramos o dia do professor, um dia dedicado àquele que é responsável pela formação cidadã de tantos jovens e crianças, um dia de reflexão sobre a missão do professor bem como também de valorização a esse profissional que é essencial.

 

Passamos por um período difícil com a pandemia do Coronavírus, muitas mortes, famílias enlutadas, sofrimento, foi preciso o isolamento para diminuir a contaminação pelo vírus; foram tantos desafios encontrados, principalmente na área educacional.

 

Os professores não mediram esforços para continuar o processo de ensino aprendizagem dos estudantes, profissionais estes que trabalharam continuamente, sem ter momentos de lazer com a família, utilizando um sistema de ensino virtual para não deixar o aluno sem condições de continuar aprendendo.

 

Foi preciso uma pandemia para a sociedade reconhecer o valor do professor e sua essencialidade, para o poder público perceber que precisa valorizar aquele que ensina e transmite o saber e da possibilidade do aluno de produzir conhecimento, de pensar, refletir criticamente sobre situações a sua volta, situações de opressão, injustiça e falta de amor.

 

Não é cortando direitos que se faz reconhecimento deste profissional necessário, não é tirando possibilidades e condições dignas de trabalho que teremos uma educação de qualidade, mas sim realizando investimentos, estruturando escolas, valorizando os salários de todos que atuam na educação, desde os que cuidam da limpeza de uma unidade escolar até o diretor; todos são essenciais no bom andamento da instituição de ensino.

 

Nós observamos ultimamente muitos discursos falaciosos por parte de governantes que dizem investir na educação, cuidar da educação, valorizar os profissionais da educação, e na realidade não é bem o que acontece.

 

A sociedade precisa acompanhar mais de perto a educação de nossas crianças e jovens. Pais e responsáveis precisam se interessar mais pela educação de vossos filhos. Somente quem vive na prática o dia a dia do ambiente escolar conhece os desafios, e mesmo assim não desiste dos ideais de ensinar, promover o protagonismo juvenil e criar possibilidades a muitos jovens, adolescentes e crianças.

 

A Igreja Católica no Brasil representada pela Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) irá promover em 2022 a Campanha da Fraternidade, cujo tema é “Fraternidade e Educação” e o lema “Fala com sabedoria, ensina com amor” (cf Pr 31,26).

 

Essa é uma ação positiva por parte de uma instituição de fé, nos dando a possibilidade de refletir sobre os rumos de nossa Educação Brasileira, que possamos refletir políticas públicas para melhoria e investimentos desde a educação básica até a superior e valorização dos profissionais que dela fazem parte.

 

Em meio a tantos desafios, que possamos olhar o horizonte com esperança de dias melhores, de uma pátria educadora baseada nos valores éticos e morais, formando cidadãos que vivam o respeito às diversidades, o acolhimento e a comunhão entre todos.

 

E não podemos nos esquecer da importância do professor. Sem ele não temos médicos, advogados, engenheiros e tantas outras profissões que também são importantes.  Valorizemos mais o professor, respeitemos mais o professor, amemos mais o professor!

 

Ouça a entrevista

imagem

VIVEMOS NA ESPERANÇA

thumbnail

Pe. Valter Lucato Campano Junior, Chanceler da Diocese de Jales

SEJAMOS SAL DA TERRA E LUZ DO MUNDO

thumbnail

Amilton Cesar Mendes da Silva | Acadêmico de Teologia, Representante Leigo no Conselho Diocesano de Pastoral e Membro Equipe de Articulação do Conselho Diocesano de Leigos