columnist

Editorial da Semana

Editorial da Semana - Diocese de Jales

Sexta-Feira, 03 de Maio de 2024 às 10:13

OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS E A COMUNICAÇÃO ORIENTADOS PARA UMA VIDA MAIS PLENA DA PESSOA HUMANA

Pe. José Antonio Soares, Assessor Eclesiástico da Pastoral da Comunicação

thumbnail

No domingo em que a Igreja Católica faz memória litúrgica da Ascenção do Senhor, celebramos também o Dia Mundial das Comunicações Sociais (DMC). O tema escolhido este ano pelo Papa Francisco para a celebração do 58º Dia Mundial das Comunicações Sociais é: “Inteligência artificial e sabedoria do coração: por uma comunicação plenamente humana.”

De forma sintética, com a Inteligência Artificial (IA), os pesquisadores buscam construir máquinas inteligentes que copiem padrões humanos de raciocínio e comportamento. Podem nos servir e descomplicar a vida, sendo um grande auxílio na promoção da dignidade, mas também pode ser instrumento do extremo oposto: os homens podem se sentir tentados - como de fato já o são - a utilizar a inteligência artificial para ferir a dignidade humana.

A evolução dos sistemas da chamada «inteligência artificial», tem chamado a atenção do Santo Padre. Ele apresenta uma série de questionamentos pertinentes que nos desafiam a refletir sobre o papel da inteligência artificial na construção de um futuro que priorize os valores fundamentais da humanidade. Papa Francisco nos motiva a uma reflexão que recupera a sabedoria do coração humano que, em hipótese alguma, pode ser substituído pela 'sabedoria das máquinas'.

O coração humano, sede da liberdade e do discernimento, é o ponto de partida com o qual o Santo Padre inicia sua reflexão. O olhar do Papa Francisco volta-se também para o fato histórico do homem sempre buscar superar sua condição vulnerável de não se bastar a si mesmo. A Inteligência Artificial, em mãos erradas, pode trazer consequências bastante negativas, tornando-se necessário regular o seu uso em suas variadas formas. Isto porque qualquer coisa na mão do homem pode significar uma oportunidade ou perigo.

Estas inovações modificam de forma radical também a informação e a comunicação e, através delas, algumas bases da convivência civil. Provoca mudanças que afetam não só aos profissionais, mas a todos. Em vista dessas inquietações, somos convidados a refletir e rezarmos para que os avanços tecnológicos e a comunicação sejam sempre orientados para uma vida mais plena da pessoa humana.

Ouça a entrevista

imagem

DIÁCONOS: MODO DE SER E AGIR DE JESUS - Seminarista Tiago Vinícius Raimundo Caetano, Ano Pastoral

thumbnail

DIÁCONOS: MODO DE SER E AGIR DE JESUS- artigo semana Seminarista Tiago Vinícius Raimundo Caetano, Ano Pastoral

Corpus Christi: A Mesa Grande e Vazia de Amor e Paz

Corpus Christi: A Mesa Grande e Vazia de Amor e Paz - Editorial da semana com o Padre Júnior Lucato