columnist

Editorial da Semana

Editorial da Semana - Diocese de Jales

Quinta-Feira, 11 de Junho de 2020 às 08:50

EXEMPLOS DE FÉ E SINAIS DE ESPERANÇA

Padre Miguel Donizete Garcia, Reitor do Seminário Diocesano, Administrador Paroquial da Paróquia São Bernardo de Fernandópolis/SP

thumbnail

Em 2020, o mundo enfrenta o Coronavírus e as perturbações que ele traz, seja a perda de um ente querido, a perda de um emprego, adiamento de projetos pessoais. Palavras como: medo, incerteza, crise, isolamento, ganham as manchetes mundiais. Órgãos internacionais afirmam que se trata de uma pandemia. Pouco tempo, vemos o mundo mergulhar na histeria diante de uma crise sanitária e econômica sem precedentes. Disseminação parece não ter fim, milhares de óbitos são confirmados diariamente. Somos orientados a ficar em casa.

Quando podíamos imaginar que seriam canceladas missas, cultos presenciais e pedir para os fiéis rezar de casa. O próprio Papa Francisco convocou os sacerdotes a deixarem-se guiar pelo Espírito Santo para que não lhes faltasse discernimento e não deixassem sozinho o povo de Deus, mas que a Igreja pudesse ser suficientemente zelosa e se fazer presente na vida de cada cristão.

Os meios de comunicação nunca foram tão valorizados. A mensagem que o Papa Francisco nos enviou para o dia mundial das comunicações, fortalecia a ideia de que a vida se faz história, “para que possas contar e fixar na memória” (Ex10,2). Fazendo exatamente referência da importância de respirar a verdade das histórias boas, histórias que edifiquem, e não que destruam, histórias que ajudem a reencontrar as raízes e a força para prosseguirmos juntos. Na confusão das vozes e mensagens que nos rodeiam, temos necessidade duma narração humana, que nos fale de nós mesmos e da beleza que nos habita, uma narração que saiba olhar o mundo e os acontecimentos com ternura, refletia o Papa.

É de praxe, em muitas residências, que as pessoas ouçam a missa pelo rádio ou a assistam pela televisão, sobretudo aquelas mais idosas e impossibilitadas de sair de casa. Não tenho dúvida alguma de que elas se beneficiam desses momentos de oração e, de algum modo, alimentam a sua fé.

Outro grande sinal, no dia 27 de março, na Praça São Pedro, no Vaticano, Papa Francisco nos fortaleceu com sua bênção. Naquele momento percebemos, como Deus acolhe a todos principalmente nos momentos de crise de dor. Todos sentiram acolhidos e fortalecidos pelo gesto do Papa. Através do grande sinal da bênção concedida pela Eucaristia, no Santíssimo Sacramento. A Eucaristia é o sacramento da comunhão e da unidade. Esse ano, no dia 11 de junho, a procissão de Corpus Christi nas ruas de nossas cidades, ato celebrado desde século XIII, vem para lembrar a caminhada do povo de Deus, peregrino, em busca da Terra Prometida. O Antigo Testamento diz que o povo peregrino foi alimentado com maná, no deserto. Com a instituição da eucaristia o povo é alimentado com o próprio corpo de Cristo. Que este grande sinal, conforte nossa fé, sustente nossa vida de oração e nos torne mais humanos e sensíveis, unidos como irmãos, pois juntos somos mais fortes.

Ouça a entrevista

imagem

PALAVRA DE SALVAÇÃO

thumbnail

Padre Junior Lucato, Chanceler da Diocese de Jales

MORTE E ESPERANÇA EM TEMPOS DE PANDEMIA

thumbnail

Padre Edevaldo José Furlanetto, Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Aparecida d’Oeste