columnist

Editorial da Semana

Editorial da Semana - Diocese de Jales

Sábado, 09 de Março de 2024 às 08:19

ESPIRITUALIDADE QUARESMAL

Vivemos, deste a Quarta-feira de Cinzas até a tarde da Quinta-feira Santa, a Quaresma. Tempo em que o Senhor reabre para a Igreja a estrada do Êxodo, para que ela, aos pés da montanha sagrada, humildemente tome consciência de sua vocação de povo...

thumbnail

ESPIRITUALIDADE QUARESMAL

Pe. Igor Kawakame Rathlef
Administrador paroquial da Paróquia Santo Expedito

            Vivemos, deste a Quarta-feira de Cinzas até a tarde da Quinta-feira Santa, a Quaresma. Tempo em que o Senhor reabre para a Igreja a estrada do Êxodo, para que ela, aos pés da montanha sagrada, humildemente tome consciência de sua vocação de povo da Aliança, convocado para louvar o Senhor, escutar a sua palavra e experimentar os seus prodígios (cf. Prefácio da Quaresma V). Neste tempo sacrossanto, sobretudo, somos chamamos a buscar a santidade por meio do jejum, da oração e da caridade.

            O Jejum é um olhar mais atento para a nossa intimidade, nossas potencialidades e nossas fraquezas humanas. O não alimentar-se e sentir fome no corpo, nos lembra que nosso espírito tem fome e sede de Deus. Pelo jejum quaresmal, o Senhor corrige nossos vícios, eleva nosso espírito e nos dá força e recompensa (cf. Prefácio da Quaresma IV). Aquilo que nos abstemos durante este tempo, deve ser partilhado com os irmãos e irmãs que passam por necessidades.

            A oração é um diálogo filial com o Senhor, que nos escuta com ouvidos atentos e coração transbordante de amor. Em todo tempo, especialmente durante a Quaresma, o Senhor estabelece à Igreja um tempo privilegiado de salvação, para que seus filhos e filhas, livres de afetos desordenados, recuperem a pureza de coração, e, usando as coisas que passam, dediquem-se mais às que não passam (Cf. Prefácio da Quaresma II).

            A caridade, por sua vez, deseja harmonizar as nossas relações humanas. Através das obras de caridade, do diálogo, do saber colocar-se no lugar do outro, do respeito e do perdão, com Jesus, morremos para o pecado e ressurgimos para uma vida nova. Partilhando um pouquinho de nós com os necessitados, somos imitadores da bondade divina (Cf. Prefácio da Quaresma III).

            Todos os anos, o Senhor concede aos seus fiéis, a graça de se prepararem para os sacramentos pascais, na alegria de um coração purificado, para que, ao dedicar-se mais intensamente à oração e às obras de caridade e celebrando os mistérios pelos quais renasceram, alcancem a plenitude da filiação divina (Cf. Prefácio da Quaresma I).

            Por fim, a Quaresma nos levará à Santa Ceia, aos pés da Cruz e ao Jardim da Ressureição. Pois sabemos que já se aproximam os dias da paixão salvadora e da gloriosa Ressureição de Jesus Cristo; dias em que é vencido o poder do antigo inimigo e é celebrado o dia da nossa redenção (Cf. Prefácio da Paixão do Senhor II). Vivamos, pois, estes dias de Quaresma e Semana Santa unidos a Nosso Senhor Jesus Cristo.

Fernandópolis,
04 de Março de 2023AD

Ouça a entrevista

imagem

Corpus Christi: A Mesa Grande e Vazia de Amor e Paz

Corpus Christi: A Mesa Grande e Vazia de Amor e Paz - Editorial da semana com o Padre Júnior Lucato

O AMOR DE CRISTO NOS IMPULSIONA

thumbnail

Padre Jean Ferreira, Pároco da Paróquia Santo Expedito de Jales