columnist

Editorial da Semana

Editorial da Semana - Diocese de Jales

Sexta-Feira, 08 de Julho de 2022 às 17:04

CRESCER NA SOLIDARIEDADE

Odélia Rozzo, Secretária Diocesana da Pastoral Missionária do Dízimo

thumbnail

A injustiça é fruto do egoísmo, do sentimento que quer tudo para si e não sabe partilhar e uma solução para isso é ensinar nossas crianças a partilhar, a dividir, a fazer da sua vida, uma vida de doação, para que aprendam desde a infância o valor da partilha. Por isso nós da Pastoral Missionária Diocesana do Dízimo, sugerimos implantar em nossa Diocese de Jales, o Dízimo Mirim. Com o tema: “Educar para partilha", com o Lema: "Deixai vir a mim as crianças" (Mt 19,13).

As crianças precisam aprender desde pequenas que o dízimo é um gesto de amor, de partilha e de gratidão a Deus para que, quando forem adultas e já possam contribuir com seu dízimo, elas o façam como expressão de fé em Deus. Portanto, torná-las comprometidas com o Reino de Deus é o objetivo do dízimo mirim.

É um tema que não pode deixar de ser tocado durante a catequese, pois, se entendemos que o dízimo é um compromisso de todo batizado, devemos ensinar isso às crianças desde cedo. Então elas transmitirão a seus pais o ensinamento que receberam sobre a importância do dízimo, como expressão de fé e amor a Deus. Aos poucos teremos famílias cada vez mais comprometidas com a evangelização e com o senso de pertença à Igreja que se dá também pela contribuição ao dízimo.

E para que isso aconteça precisam receber orientações a esse respeito e a forma propícia é através da catequese. As crianças de hoje são o futuro e, por isso, precisam saber que elas também podem contribuir para o sustento da Casa de Deus. O dízimo mirim poderá despertar em seus corações o sentido da partilha, do amor ao próximo, do cuidado com a comunidade e com a manutenção da igreja da qual fazem parte.

O Livro de Provérbios diz: “Ensina à criança o caminho que ela deve trilhar e ela nunca se esquecerá dele” (Pr 22,6). Neste sentido, dando formação às crianças sobre a importância do dízimo, estaremos colaborando para que se tornem adultos cada vez mais comprometidos com a Igreja. O dízimo na catequese não tem como objetivo arrecadar dinheiro, mas levar ensinamento. Fica evidente que a questão principal é o amor a Deus.

O egoísmo e o egocentrismo são características de muitas de nossas crianças, o fato de tomar consciência e exercitar o dízimo mirim faz com que elas sejam capazes de vencer essas dificuldades e crescer na solidariedade, na prática da justiça e do amor. Preparar nossos catequistas no sentido de conscientizar e implantar o dízimo mirim é fundamental quando se pretende fornecer uma catequese integral e verdadeira aos nossos catequizandos.

É indispensável que as crianças compreendam porque devemos ser gratos a Deus e que o dízimo é um gesto concreto de gratidão a Ele por todas as graças que recebemos. Também as crianças precisam tomar consciência de que o dízimo não deve ser partilhado a partir do que nos sobra, mas que o dízimo deve ser resultado de uma renúncia particular: “Deixar de comprar um doce, uma roupa ou um brinquedo para partilhar o dízimo”, por exemplo.

Se conseguirmos implantar no coração dos pequenos e dos jovens a importância e a necessidade da contribuição consciente e generosa com o dízimo, a longo prazo, conseguiremos também conscientizar os adultos, fazendo com que a maior parte dos batizados assumam a sua missão enquanto dizimistas como expressão de fé, amor a Deus e colaboradores do seu Reino de Justiça e de Paz.

Ouça a entrevista

imagem

A VIDA SOB O SIGNO DOS QUARENTA

thumbnail

Dom Demétrio Valentini, Bispo Emérito de Jales

VOCAÇÃO E MISSÃO

thumbnail

Diácono Igor Kawakame Rathlef, Paróquia Santo Antônio e Nossa Senhora do Carmo